Existem coisas que eu não consigo imaginar novamente - Gael​

Eu sou imaginário

Foto-filme


Iniciozinho de uma coisa nova

Em 2014, último ano da nossa faculdade, realizamos um curta-metragem que fora o início de nossa experiência estética no campo cinematográfico de produção coletiva, responsável por nos educar em um sentido de equipe e colaboração que até então nunca havíamos condicionado em discussões audiovisuais (no termo prático dos conhecimentos que íamos adquirindo segundo os aprendizados).

Fundamentalmente, para que isso pudesse ocorrer em Eu sou imaginário, produção de 2015, formatamos outra plataforma de trabalho, que incluiu mais tempo para refletirmos sobre o projeto, adquirirmos equipamentos, aperfeiçoarmos nossas qualidades e inventividades estéticas e reflexivas de argumentação, assim como propor ideais que pudessem levar-nos a um caminho mais amplo da consciência do processo criativo.
 

Sinopse

Sobre o crescimento, as coisas invisíveis e a consciência transcendente perante o mundo, Gael se encontra entre sensibilidades que ainda desconhece quando perde seu amigo imaginário.

Ficha técnica

Um filme de: Opoente filmes
Escrito e dirigido por: Mari Lucarini
Som: Stefani Alves e Pedro Faria
Produção: Opoente
Agradecimentos à família Pezzutti e à Prefeitura de Santana de Parnaíba

Elenco

Paulo D. Pezzutti como Gael
André Pezzutti como Avi
Débora Pezzutti como Alena 
Brunna Pezzutti como Mila
Kaio J. C. Pezzutti como Bernardo

© 2020 por Opoente